Este ano, o Ombuds PE avalia uma melhora na cobertura da mídia sobre a Parada da Diversidade.  “Sentimos” que a mídia buscou trazer o discurso do movimento LGBT nas matérias sobre a Parada. Isso não quer dizer que o tradicional não esteve presente. Esteve sim. A quantidade de pessoas, furtos, as fantasias, os horários e o local. Mas, em todas as matérias estavam presentes falas que traduziam a discriminação, a violência e os projetos de lei contra homofobia, que continuam parados.  Os três jornais focaram que a parada representava também uma forma de protestar e pressionar o Governo do Estado para implementar políticas públicas que dialoguem com a diversidade sexual.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: