A comunicação comunitária entra em foco na publicação Rádios Comunitárias: Avanços ou Negação do Direito Humano à Comunicação ? O livro reúne uma série de estudos e artigos que apresentam, analisam e discutem o papel  emancipador das rádios comunitárias ( Radicoms)  no universos da comunicação social. Produzida dentro do Programa Educação para a Cidadania , pelo Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares – Gajop, a publicação será lançada  na próxima quarta-feira, 14, às 14h, no auditório da Biblioteca Pública Estadual, Rua João Lyra, S/N, Santo Amaro ( ao lado do Parque 13 de Maio) com a presença dos participantes da publicação, que irão discutir o tema  das Radcoms .

Na primeiro parte do trabalho o leitor/a  irá encontrar o levantamento das rádios e os atores dessa produção, a sua formação, o  processo e o resultado das pesquisas, realizadas em parceria com os integrantes de rádios comunitárias. Na segunda, as páginas mostram um levantamento das Radicoms, nos bairros definidos dentro da Rede Solidária de defesa Social, e a descrição metodológica do estudo.  A obra encerra com artigos dos jornalistas Gustavo Magnata, Ivan Moraes Filho (do Centro de Cultura Luiz  Freire ) e Aline Lucena, são eles : A vivência em Conceição das Crioulas na Construção de uma Rádio Comunitária,  O Direito Humano à Comunicação e as Rádios Comunitárias e a Comunicação além das Tecnologias,  respectivamente. .

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: