O que é o jornalismo? Que responsabilidade têm (ou deveriam ter) aquelas pessoas encarregadas da produção e distribuição de notícias? Existe censura no Brasil? Como ela funciona? São algumas questões colocadas no documentário “O Mercado de Notícias”, do cineasta Jorge Furtado. O filme, que faz sua estreia nacional em agosto, será exibido gratuitamente* nesta sexta-feira, dia 15 de agosto, no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, às 19h30. Após a projeção, haverá debate com o diretor.

O roteiro do documentário intercala entrevistas com jornalistas e estudiosos da mídia brasileira com trechos da peça “O Mercado de Notícias”, escrita pelo  inglês Ben Jonson e encenada pela primeira vez no longínquo 1626, em Londres, quando a prática do jornalismo “moderno” ainda engatinhava no mundo.

A exibição do filme e a vinda do diretor Jorge Furtado são iniciativas da campanha Palavras Têm Poder, protagonizada pelo Ministério Público de Pernambuco, Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas, Centro Popular de Direitos Humanos, Dialógica, Universidade Católica de Pernambuco e Centro de Cultura Luiz Freire. O objetivo é chamar a atenção da sociedade para a importância da liberdade de expressão, mas com responsabilidade. Para isso, disponibiliza um canal de denúncias para violações de direitos humanos nos meios de comunicação, como censura, racismo, homofobia ou machismo.

Para conhecer mais a campanha Palavras têm Poder e/ou fazer uma denúncia, clique aqui

Para saber mais sobre o filme “Mercado de Notícias”, clique aqui.

* Os ingressos estarão disponíveis para retirada na bilheteria do cinema a partir das 18h e são limitados à lotação da sala.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio:

Busca