Análises


Se tem cara de _______, jeito de _______, logo é __________

Nos dois últimos dias, o Correio Braziliense tem publicado matérias em que denuncia supostas ligações telefônicas entre o doleiro Alberto Yousseff e o ex-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco Jones Figueiredo.  O primeiro foi preso pela operação “Lava Jato”, suspeito de estar envolvido num esquema de lavagem de dinheiro que movimentou aproximadamente R$ 10 bilhões.  Ambos teriam conversado nove vezes por telefone em 2010 de acordo com informações que a reportagem do Correio diz ter conseguido junto à CPI da Petrobrás.

Importante esclarecer que a reportagem do jornal de Brasília não acusa o magistrado pernambucano de crime algum, mas informa que suas ligações foram rastreadas por uma CPI de destaque no noticiário nacional. Figueiredo é o desembargador mais antigo do TJPE,  o que automaticamente torna a pauta de interesse local. Mas parece que os donos e editores de nossos veículos de comunicação discordam. As emissoras de tevê, por exemplo, silenciaram.

Até que o Blog de Jamildo publicou um pequeno post repercutindo a matéria. Mesmo assim, pouco tempo depois, o texto foi completamente apagado, podendo ser visto apenas no “cache”, onde fica “guardado” mesmo depois de excluído (veja aqui).

 O Diario de Pernambuco, porém, que pertence ao mesmo grupo que o periódico de Brasília (Condomínio Associado), teve acesso ao material do primeiro dia, mas preferiu não publicar. O jornal pernambucano “interessou-se” pela pauta apenas hoje, mas de uma forma, digamos, diferente. Publicou uma das retrancas da mesma matéria que falava de ligações do doleiro para a empresa de Eike Batista e para o irmão do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte. Misteriosamente, porém, as linhas do texto que mencionavam o magistrado pernambucano sumiram. Veja a diferença entre o texto do Correio Braziliense (à esquerda) e a mesma matéria publicada no Diario de Pernambuco (à direita). O nome dessa prática tão antiga e longe de ser extinta, você sabe bem qual é.

imagemcensura