No último dia 16 de novembro, o apresentador de televisão Dennison Oliveira Lima (Denny Olliveira) foi condenado pela justiça a 15 anos de prisão por estupro e atentado violento ao pudor.

O comunicador vinha sendo investigado desde 2007, quando o Ministério Público de Pernambuco apresentou denúncia contra ele por estupro, atentado violento ao pudor e oferecimento de bebida alcoólica a adolescentes. As vítimas seriam adolescentes frequentadoras dos programas de auditório comandados, na época, por Denny Olliveira, na TV Jornal do Recife.

Após passar alguns anos longe da televisão, o apresentador estreou em 2010 um programa – que leva seu nome – na TV Nova, emissora concessionária de uma outorga educativa.

Acreditamos que a programação televisiva deve zelar para que nossas crianças e adolescentes sejam tratados com respeito e consideração por seus pais, pelas autoridades constituídas e pelo conjunto da sociedade. Por conta disso, acreditamos que – mais até do que cuidado com o conteúdo de seus programas, é importante a preocupação da emissora em não respaldar o estigma de violência e impunidade que paira sobre nossa sociedade.

É essa ética que a população pernambucana quer ver em sua TV, e por este motivo vêm através desta carta exigir que a TV Nova cancele a exibição do programa após esta condenação formal da justiça.

Agora que temos a decisão dos operadores de direito esperamos uma decisão da TV Nova, reconhecer a sua responsabilidade contra todas as formas comuns de desrespeito aos direitos humanos de crianças e adolescentes.

Recife, 19 de novembro de 2010

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: