Numa assembleia realizada nesta segunda-feira, os jornalistas pernambucanos resolveram entrar em estado de greve. Os profissionais, porém, continuam trabalhando normalmente até a próxima reunião, marcada para a próxima quarta-feira, dia 9, às 9h, no SindGraf quando a categoria definirá os rumos do movimento.

A reunião durou pouco mais de uma hora e terminou com votação em que 117 presentes votaram pela greve, enquanto 24 posicionaram-se contra. A principal demanda do sindicato é a manutenção da cláusula que obriga a contratação de jornalistas com diploma. De acordo com representantes do SinjoPE, os representantes do patronato não têm demonstrado interesse em negociar.

Durante o encontro, os jornalistas também manifestaram apoio aos gráficos, que estão em greve desde a última sexta-feira (dia 4/11) e que recentemente foram chamados para negociar a volta ao trabalho, mas que já afirmaram que mantém os braços cruzados se o pessoal da redação resolver mesmo parar.

*O OmbudsPE cobriu toda a assembleia dos jornalistas e terá mais notícias sobre o movimento grevista em breve.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: