O Ombuds PE vem observando que os homicídios estão sendo cada vez menos “coberto” pelo Diário de Pernambuco e o Jornal do Commercio se comparados com o Caderno de Polícia da Folha de Pernambuco.  Hoje, pro exemplo, a Folha registra cinco assassinatos, enquanto que os demais apenas publicam o duplo homicídio em Brasília Teimosa.

Será que só os jornais dirigidos para classes A e B não irão noticiar todos os assassinatos? Está havendo alguma mudança editorial neste sentindo nos cadernos de cidades dos jornais?

Consideramos fundamental a importância de todos os veículos darem visibilidade aos assassinatos no Estado. Essa visibilidade, nem que seja numa nota, precisa ser dada todos os dias para não corremos o risco de tornar invisível o que acontece com a população de classe baixa, em sua maioria, classe baixa.  É preciso mostrar quem são essas pessoas que estão morrendo. Homens? Mulheres? Negros? Que vida possuíam? Tinham trabalho? Estudavam?

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: