Folha de S. Paulo – 08/01/2010

 A Fenascon (Federação Nacional dos Trabalhadores em Serviço, Asseio e Conservação, Limpeza Urbana, Ambiental e Áreas Verdes) protocolou uma ação civil pública contra a Band e Bóris Casoy ontem, no fórum João Mendes, em São Paulo. O processo foi motivado pela frase polêmica dita por Casoy no “Jornal da Band” do dia 31 de dezembro. Sem saber que ainda estava no ar, o jornalista diz: “Que merda. Dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho”. No dia 1º, ao vivo, Bóris Casoy se desculpou.

Para Moacyr Pereira, presidente da Fenascon, o jornalista deve se retratar na Justiça. “O pedido de desculpa foi meramente formal, por isso não aceitamos. Ele foi preconceituoso”, falou. Pereira ainda afirma que, se a ação resultar em prestação de serviços públicos, “seria interessante que Bóris Casoy fosse condenado a trabalhar algumas horas como gari, para que ele sinta a importância da função.”

À coluna o jornalista disse que não havia sido notificado, por isso não comentaria. “Seria leviano.” Sobre a polêmica, ele falou: “É um problema que estou enfrentando, mas não afeta a minha vida. Continuo trabalhando”. Segundo a Band, Casoy segue no “Jornal da Band” até o dia 20, quando Ricardo Boechat volta de férias e retoma seu posto. Assim, ele voltará para o “Jornal da Noite”. Outras duas ações devem ser protocoladas, sendo uma delas criminal.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: