Ao iniciar sua fala no debate que aconteceu sábado, dia 21 de maio, no I Encontro de Blogueiros e Redes Sociais, aqui em Pernambuco, Altamiro Borges, do Blog do Miro, falou que “a velha mídia está morrendo, e a nova mídia está nascendo”, parafraseando o filósofo italiano Antonio Gramsci, ressaltou o blogueiro. Miro acredita que a velha mídia vive uma crise de credibilidade, consequência da já cansativa manipulação e deformação das notícias que ela veicula. Além do descrédito, a “brecha tecnológica” criada pela internet possibilitou a criação das novas mídias, os blogs e redes sociais, que são uma alternativa às informações atreladas aos grandes veículos.

Miro confirma a importância desta blogosfera ao citar números de acessos nas últimas eleições presidenciais: “nas derradeiras semanas que antecederam as eleições 2010, foram contabilizados 39 milhões e 300 mil acessos a blogs”. E relembrou que os blogueiros progressistas conseguiram interromper, judicialmente, a exibição da propaganda dos 45 anos da Rede Globo, que fazia referência direta à propaganda eleitoral do candidato José Serra, em 2010. Dada a sua atual a relevância, o papel da blogosfera e suas diretrizes devem ser discutidas. E este foi objetivo deste encontro e será dos próximos.

“O que nos une?”

A pergunta, feita por Altamiro Borges aos que estavam presentes no Encontro, foi respondida retoricamente pelo próprio blogueiro: “nós queremos democratizar a comunicação, somos contra a ditadura da mídia e defendemos a verdadeira liberdade de expressão”. Para tanto, temos (nós, blogueiros e também não-blogueiros, por que não?) algumas batalhas pelas quais lutar.

A primeira delas, defende Miro, é a criação de um novo marco regulatório para as comunicações, que legislará sobre os conselhos estaduais de comunicação, a verba publicitária dos Governos Federal e estaduais e sobre o monopólio e oligopólio midiático, formado por pouco mais de seis famílias que centralizam e dominam as emissoras de televisão, rádio e os jornais do País. Com relação à luta pela criação dos conselhos de comunicação, Miro acredita que “quanto mais criarmos conselhos estaduais, mais forçamos a constituição do conselho nacional”.

Ao falar da concentração midiática, Paulo Henrique Amorim – também presente do debate – citou que, entre as jovens democracias (México, Argentina, Espanha, Chile), a mídia brasileira possui maior concentração em oligopólios. “A Rede Globo de Televisão possui 50% da audiência televisiva e 70% do mercado de propaganda”, exemplificou o jornalista.

Tal qual a Ley de Medios, promulgada por Cristina Kirchner na Argentina, falam Miro e PHA, o Brasil necessita de seu marco regulatório das comunicações. Em comparação com a lei portenha, Paulo Henrique Amorim diz que “o campeonato de futebol argentino, por exemplo, é exibido pela TV Pública daquele país”, diferentemente do Brasileirão, exibido exclusivamente pela Rede Globo, de acordo com a grade de programação da emissora e com suas vontades.

Preparação para o Encontro Nacional

Pouco mais de 250 pessoas estiveram presentes no auditório Beberibe, do Centro de Convenções em Olinda, no último sábado para o Encontro de Blogueiros. Entre os oito encontros estaduais que aconteceram (São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, João Pessoa, por exemplo), segundo Altamiro Borges, Pernambuco reuniu maior plateia.

Estes eventos estaduais são uma preparação para o Encontro Nacional de Blogueiros, que acontece em Brasília, nos dias 17, 18 e 19 de junho. Entre os convidados para debate, já confirmaram presença em Brasília o ministro das comunicações Paulo Bernardo, a deputada federal Luiza Erundina, o jurista Fábio Konder Comparato e o professor Venício A. de Lima. Além de debates e conferências, no três dias de encontro haverá oficinas, algumas delas já fechadas, como as de Mulheres na Blogosfera, Sindicalistas na Era da Internet e Rádios Comunitárias.

“Estamos também esperando confirmação do ex-presidente Lula para uma discussão sobre mídia e democracia”, destacou Miro.

Leia mais: Banda Larga e políticas públicas: blogosfera cobra mais atenção

 

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: