Paulo Rubem (PDT) recebeu as propostas em nome da coligação "Pernambuco vai mais longe"

Paulo Rubem (PDT) recebeu as propostas em nome da coligação “Pernambuco vai mais longe”

Na última sexta-feira, o Fórum Pernambucano de Comunicação (Fopecom) entregou ao vice-governador, Paulo Rubem, a carta de propostas do grupo para o governo do estado. Reforçando a ideia de comunicação como um direito humano, a carta cobra do poder público, entre outras coisas, a implementação real de um sistema público de comunicação. Embora exista a Empresa Pernambuco de Comunicação, ainda não foram concedidas à EPC as mínimas condições para que possa cumprir seu papel.

A carta  também solicita a criação de um Conselho Estadual de Comunicação, com maioria eleita da sociedade civil, e também pede apoio às rádios, TVs, e outros meios de comunicação comunitários e livres. A fiscalização do poder público pela sociedade civil também foi pautada, com a demanda de um espaço no Portal da Transparência exclusivo para as informações sobre gastos com comunicação e publicidade.

Paulo Rubem mostrou-se favorável à pauta da comunicação e disse que várias das demandas referentes ao sistema público de comunicação podem ser atendidas com mudanças na gestão, “é possível redimensionar o orçamento do estado para investir na TV pública”, explicou. Na tarde desta segunda-feira (29 de setembro), Armando Monteiro, titular da chapa que concorre ao governo do Estado, também comprometeu-se com o fortalecimento da TV Pernambuco durante o encontro que teve com trabalhadores da cultura organizados no que chamam de “Coligação da Cultura”.  O plano de governo da coligação “Pernambuco vai mais longe”, porém, ainda não foi oficialmente divulgado.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: