Com espaço para ameaças de militares, Globo reforça seu papel golpista

No dia que antecedeu o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula no STF, o editor e apresentador do Jornal Nacional, da TV Globo, William Bonner, encerrou a edição da última terça-feira (3), com “uma notícia de última hora”: leu, ao vivo, dois tuítes do general Villas Bôas, comandante do Exército Brasileiro, em que repudia a “impunidade” e diz que o Exército está “atento às suas missões institucionais”, em uma clara sinalização de intervenção caso o Supremo Tribunal Federal não negue o habeas corpus ao petista.

Matérias relacionadas



Folha se supera no desrespeito ao ser humano

A fotografia da Folha de Pernambuco do caderno Polícia de ontem, dia 9, desrespeita a dignidade humana de forma espantosa numa matéria sobre o assassinato de uma jovem a pedradas e pauladas.  A forma como a jovem é retratada na imagem publicada no tablóide agride a...

ler mais

Mais jornalismo com cidadania

O Diário de Pernambuco de domingo, dia 16 de maio, véspera do dia Internacional de Combate à Homofobia, em seu caderno Vida Urbana, traz mais um exemplo de jornalismo cidadão na matéria “Diário de (in) visíveis”. Jovens de escolas tanto públicas quanto particulares, vítimas de preconceito, contam suas próprias estórias sem a interferência de um mediador, o jornalista, com guia de perguntas já estabelecidas. Vemos também matérias vinculadas, que fazem importantes correlações […]

ler mais

Matéria do DP é exemplo de jornalismo cidadão

Gostaríamos de pontuar como positiva a matéria “Não ao preconceito”, do Diario de Pernambuco desta sexta-feira, dia 14 de maio, no caderno Vida Urbana, por visibilizar uma das mais constantes violações de direitos humanos encontradas no ambiente escolar: o racismo....

ler mais

Equilíbrio marca matéria do Diário sobre segmento LGBT,após reportagem de teor homofóbico.

Na matéria “Nome social garantido por lei, do caderno Vida Urbana de hoje (11/05/10), do Diário de Pernambuco, vemos no texto, o cumprimento pelo jornal, de sua função social de informar, esclarecer o leitor e apresentar as diversas vozes sociais. A página traz ainda informações não esclarecidas de matéria do dia anterior, claramente tendenciosa, de teor homofóbico, e publicada com destaque […]

ler mais

A voz silenciada do segmento LGBT em matéria do Diário de Pernambuco

Ao abrir o jornal, vemos no caderno Vida Urbana, em destaque, a matéria, em página inteira: Cruzada contra projeto de lei. Curiosamente, o leitor tem acesso a uma série de opiniões de religiosos contra o projeto, exceto às informações do projeto de lei ou dos grupos sociais que participam da discussão do PL.

ler mais

A Marcha do MST e o público (ainda) refém das linhas editoriais

“Dia de cão no Recife”, diz a manchete do Jornal do Commercio nessa manhã de terça-feira. Adiante, na matéria sobre o assunto, no caderno Cidades, o título também não alivia:  “MST invade o Recife e trânsito fica caótico”. “O caos agora virou rotina” é a chamada da...

ler mais

Quem são os cidadãos?

“Mobilizações – Por motivos mais diversos, comunidades saem às ruas, param o trânsito e atrapalham a vida dos cidadãos ”, diz matéria de título “Até onde vai o direito de protestar ? “, publicada no Diário de Pernambuco, no caderno Vida Urbana do dia 12. A pergunta que fazemos é: quem são os cidadãos, quem a matéria considera cidadão?

Os espectadores dos protestos? E os manifestantes, seriam cidadãos com direito à realização do ato público garantido por lei?

ler mais

A Justiça e a TV

O comentário homofóbico de um participante do programa Big Brother da rede Globo de televisão, de que homens heterossexuais “não pegam Aids” e de que obteve a informação por médicos, presta um desserviço a população, de acordo com o Ministério Público Federal, que entrou com um pedido de liminar contra a emissora , para que ela preste esclarecimento à população sobre a forma de transmissão do vírus HIV, de acordo com matéria publicada pelo Jornal do Commercio, da Agência Estado.

ler mais
Página 4 de 512345

Canal Aberto

“Capa da Folha de Pernambuco é desonesta”

Por: Pedro César Josephi* A Capa da Folha de Pernambuco desta quarta-feira (09/04) tem uma clara linha editoral que pretende criminalizar os movimentos sociais e jogar as justas reivindicações dos vários segmentos da sociedade contra a própria sociedade. Conheço Biu...

ler mais

Quem faz a cidade parar?

As advogadas e os advogados do Centro Popular de Direitos Humanos vêm a público mostrar sua indignação frente à matéria da Folha de Pernambuco que nesta quarta-feira, nove de abril, dedicou a capa e três páginas da sua edição à violenta criminalização dos movimentos...

ler mais

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio:

Busca