O Fórum Pernambucano de Comunicação, grupo que reúne entidades e indivíduos militantes do direito à comunicação, reuniu-se nesta terça-feira (31/07) para finalizar e iniciar a divulgação do documento em que propõe políticas públicas para a área no âmbito municipal. A ideia é fornecer subsídios para candidatos às eleições para as câmaras legislativas e prefeituras do estado, oferecendo a possibilidade de comprometê-los com avanços para o segmento.

“As sete propostas são simples, factíveis, diretas. Não tem conversê. São atitudes importantes e financeiramente viáveis de se começar a tratar a comunicação como um direito”, acredita Ivan Moraes Filho, do Centro de Cultura Luiz Freire. A criação de uma secretaria para a área, de um sistema público de comunicação, de mecanismos de implementação da Lei de Acesso à Informação e a adoção de concurso público para jornalistas estão entre as demandas do Fopecom.

O documento está sendo divulgado pela internet e já foi formalmente recebido pela candidata a vereadora Cida Pedrosa (PCdoB) e pelo candidato a vice-prefeito Luciano Siqueira (PCdoB), que compõe chapa com Geraldo Júlio (PSB). “A carta é importante para pautar o reconhecimento e o comprometimento com a comunicação nos municípios e também para levar o tema, comunicação pública, ao debate. Todos os candidatos, majoritários ou proporcinais, em qualquer cidade, podem utilizá-la para elaborar seus planos de governo e para assumirem essa responsabilidade”, avalia Rosa Sampaio, do Auçuba.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: