Canal Aberto


Nota oficial da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco contra a censura

A Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (SinjoPE) manifesta publicamente sua preocupação quanto aos dois recentes casos de censura envolvendo a imprensa pernambucana elencados abaixo:

1 – o Correio Braziliense noticiou investigações relacionadas à CPI da Petrobrás que sugerem uma relação entre o doleiro Alberto Youssef e o ex-presidente do TJPE Jones Figueiredo. A mídia local silenciou. Ao reproduzir o conteúdo do Correio, o Diário de Pernambuco omitiu trechos em que o magistrado era citado. Já um post a esse respeito publicado pelo Blog do Jamildo ficou pouco tempo no ar. Este caso foi explicitado pelo OmbudsPE.

2 – amparado em inquérito da Polícia Federal relacionado às operações Zelador e Farda Nova, o blog de Noelia Brito  noticiou a apuração de uma série de supostos crimes envolvendo lideranças políticas do Estado. As postagens do blog estão amparadas por documentos oficiais, reproduzidos no site, os quais integram parte das investigações empreendidas tanto na esfera estadual quanto na esfera federal. O próprio Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria da República em Pernambuco, confirmou o ajuizamento da ação penal nº 0004076-71.2010.4.05.8300, relacionada aos casos divulgados pelo Blog de Noelia Brito. A mídia local, entretanto, silenciou. Apenas o Blog de Jamildo noticiou o caso, superficialmente reproduzido em edição do último sábado do Jornal do Commercio.

O Código de Ética do Jornalista Brasileiro em vigor nos lembra que:

Art. 2º Como o acesso à informação de relevante interesse público é um direito fundamental, os jornalistas não podem admitir que ele seja impedido por nenhum tipo de interesse, razão por que:

I – a divulgação da informação precisa e correta é dever dos meios de comunicação e deve ser cumprida independentemente de sua natureza jurídica – se pública, estatal ou privada – e da linha política de seus proprietários e/ou diretores. (…)

II – a produção e a divulgação da informação devem se pautar pela veracidade dos fatos e ter por finalidade o interesse público; (…) V – a obstrução direta ou indireta à livre divulgação da informação, a aplicação de censura e a indução à autocensura são delitos contra a sociedade, devendo ser denunciadas à comissão de ética competente, garantido o sigilo do denunciante.

A Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (Sinjope) e a campanha Palavras têm Poder estão, portanto, atentas e à disposição para receber denúncias sobre quaisquer violações da liberdade de expressão. Ao dar visibilidade a esses casos, espera-se combater todas as formas de censura que ainda existem nosso Estado e em nosso país.

Para denunciar, acesse o site: www.palavrastempoder.org