No Carnaval de Pernambuco 2011, as rádios comunitárias conquistaram um excelente e importante espaço de atuação. Por meio de um projeto criado pela Associação Brasileira de Rádios Comunitárias de Pernambuco (Abraço PE), em parceria com a Prefeitura do Recife, serão disponibilizadas para os radialistas comunitários duas salas de imprensa, uma no Recife – no Terminal Marítimo, no Marco Zero -, e outra em Olinda – ao lado da Prefeitura.

“Ficamos contentes, pois o poder público concedeu o espaço, acreditando no potencial dos nossos comunicadores comunitários”, afirma Wagner Souto, um dos diretores da Abraço PE. A diretoria da Abraço idealizou o projeto de cobertura do carnaval 2011 e da estruturação das salas de imprensa e levou a proposição à Dulce Melo, diretora de rádio da Prefeitura do Recife. A diretora articulou a proposta na Secretaria de Imprensa da Prefeitura, e a ideia saiu do papel.

De acordo com a diretoria da associação, 22 emissoras, vindas do Sertão, Agreste, Mata Norte e Mata Sul, estão confirmadas na sala de imprensa, que foi montada com estrutura para produção e edição de notícias, que poderão ser distribuídas entre a rede de rádios associadas. A direção da Abraço acompanhará esta produção nas salas de imprensa, durante os cinco dias de festa.

A Abraço organizou a cobertura dos diversos cortejos e shows do Carnaval do Recife e de Olinda, dividindo a apuração e produção das notícias entre as 22 emissoras. A associação será uma central de informações, que potencializará o compartilhamento das notícias entre rádios comunitárias do Sertão, Agreste, Zona da Mata, Região Metropolitana.

Nesse sentido, o projeto propõe uma cobertura colaborativa entre as rádios comunitárias, na qual rádios de Olinda e Recife fornecem informações às rádios do interior do Estado, e vice-versa. Dessa forma, explica Wagner Souto, “a Rádio Amparo, de Olinda, estará ‘linkada’ com a Rádio Ribeirão FM, da Mata Sul. Além de trocar informações sobre o que acontece no carnaval da capital e do interior, uma rádio poderá entrar na programação da outra”.

“Para nós é um desafio, um projeto audacioso, pois não temos dinheiro. Cada rádio sairá às ruas com sua própria estrutura”, afirma Wagner. “Mas a cobertura do carnaval era uma prioridade nossa”, completa. Wagner ainda diz que espera estender e ampliar este projeto para a cobertura do São João, este ano, de Caruaru, já que só no Agreste a Abraço possui doze rádios comunitárias afiliadas.

Ao final dos dias de folia, no blog da Abraço PE, os comunicadores irão postar imagens e relatos deste projeto inédito da comunicação comunitária de Pernambuco.

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Realização:

Apoio: